Pages

DA LINGUAGEM NATURAL À LINGUAGEM ESPIRITUAL


O ser humano é um ser social, ou seja ele tem a necessidade de ser relacionar com o seu semelhante, e este relacionamento envolve a comunicação seja ela por sinais, no caso daqueles que têm algum tipo de deficiência, seja por imagem que é o meio mais rápido de se fazer entender e que atinge um número maior de pessoas em menor tempo pois como diz o ditado “uma imagem vale mais do que mil palavras”.

Mas é com palavras, através da fala, que o ser humano se comunica e se relaciona mais frequentemente no dia a dia. Mas da mesma maneira que a fala pode ser um meio de relacionamento deste ser que necessita tanto se relacionar, pode também ser usada como uma arma para a demonstração de poder e de dominação.

Diariamente ao se relacionar o ser humano usa a linguagem, mas por ter o conhecimento do bem e do mal, a linguagem também pode ser uma fonte de benção e de maldição. Esta é a linguagem natural, usada pelo homem natural, que apesar de possuir um senso ético, por estar caído e afastado de Deus, o Supremo Criador, não consegue ter uma linguagem definida.

Mas é possível ao homem purificar sua linguagem e ter uma linguagem espiritual, ou seja, uma linguagem ensinada e aprovada pela Bíblia que é a Palavra de Deus, somente quando o homem leva “cativo todo entendimento à obediência de Cristo” (2 Co 10.5) é que ele passa a ter domínio próprio (Gl 5.22) e ter uma linguagem natural. 

Sem o Senhorio de Cristo é impossível ao homem natural deixar de ter uma linguagem natural, somente o homem espiritual, ou seja nascido de novo, pode ter uma linguagem espiritual.

Este artigo é: