Pages

OBAMA IGNORA MAIS UMA VEZ A CONSTITUIÇÃO E APROVA MEDIDAS DE CONTROLE DE ARMAS NOS EUA

Como um rei, um ditador, passando por cima da Constituição, Obama aprova mais uma "Ordem Executiva", desta vez para o controle de armas...

E também mais uma vez, a regra de 3 foi praticada... Eles encenam uma falsa tragédia (veja aqui), ou eles mesmos realizam um ataque de falsa bandeira, depois repercutem o acontecimento, gerando pressão e clamando uma solução, e no fim, apresentam a solução que eles tanto haviam planejado...


Quanto mais desarmado e inofensivo o povo, mas fácil para se impor um governo único totalitarista. Será que o povo irá responder e se manifestar contra a medida? Há risco de uma guerra civil?

Vamos continuar acompanhando...
Confira:

O presidente [queniano] dos Estados Unidos, Barack Obama, anunciou nesta quarta-feira (16) a aprovação de 23 novas medidas para o controle de armas de fogo em mãos da população civil, na tentativa de conter a violência no país.

A iniciativa ocorre um mês depois do massacre em uma escola infantil, em Connecticut, no qual 26 pessoas morreram, a maioria crianças.

Há medidas em três linhas: proibição dos chamados fuzis de assalto, que são armas portáteis de grande poder de fogo, usadas por tropas militares; restrições à venda de munição; e novas diretrizes para verificação dos dados pessoais dos interessados em comprar armamentos.
Para tal, será exigido a comprovação de antecedentes criminais para todas as vendas e aumento dos recursos para facilitar o acesso à cobertura médica para a saúde mental dos estudantes e jovens, através do treinamento de 5.000 profissionais médicos específicos.

Obama também restringirá o acesso aos carregadores de armas de alta capacidade, eliminará balas perfuradoras e vai instaurar que os Estados compartilhem a nível federal suas bases de dados sobre antecedentes criminais.

As "medidas executivas" não precisam passar pela aprovação do Congresso e seguem sugestões de uma equipe liderada pelo vice-presidente, Joe biden, que se reuniu com membros da sociedade civil, funcionários de segurança e membros do setor da educação.

Dia 21 de janeiro aconteceu a cerimônia de posse para o segundo mandato de Obama, em Washington.



Este artigo é: