Pages

A IMPORTÂNCIA DE VIVER PELA FÉ [PARTE 1]

A primeira vez que vemos essa afirmação: “O JUSTO VIVERÁ PELA FÉ” é em Habacuque 2:4. O contexto era de opressão e medo, ilegalidade e imoralidade. Os últimos quatro reis de Israel haviam sido homens ímpios que rejeitaram a Deus e oprimiram seu próprio povo. A Babilônia tornava-se a maior potência mundial e Judá logo sentiria sua força destrutiva.

“Pois não me envergonho do Evangelho, porque é o poder de Deus para a salvação de todo aquele que crê, primeiro do judeu e também do grego; visto que a justiça de Deus se revela no evangelho, de fé em fé, como está escrito: O justo viverá por fé.” Romanos 1:16,17

Foi através desses versículos, lidos acima, que Matinho Lutero conseguiu entender que a salvação não vem através de obras e nem de méritos pessoais, mas da exclusiva graça de Deus, recebida através do evangelho, que transforma a vida dos ouvintes.

Alguém já disse que se a Bíblia se perdesse e se salvasse apenas o livro de Romanos, já se teria uma idéia do plano de Deus para a humanidade: a salvação das almas, através da obra vicária de Jesus Cristo, na cruz do calvário.

O livro de Romanos, escrito por Paulo e inspirado por Deus, sintetiza de uma maneira maravilhosa a graça de Deus sobre a humanidade, o pecado generalizado, suas conseqüências, e a forma sábia que Deus usa para levar os homens a receberem a salvação, a serem redimidos, justificados, santificados, para um dia viverem com Ele na sua glória.

A grande ação de Deus que é inexplicável para a mente natural: Como pode um Deus justo, salvar um pecador, sem que ferisse a sua santidade? Como ser justo e ao mesmo tempo justificador? Paulo descreve a solução de Deus para uma humanidade perdida, provendo um salvador e ao mesmo tempo sendo justo. 


“…pois todos pecaram e carecem da glória de Deus, sendo justificados gratuitamente, por sua graça, mediante a redenção que há em Cristo Jesus, a quem Deus propôs, no seu sangue, como propiciação, mediante a fé, para manifestar a sua justiça, por ter Deus, na sua tolerância, deixado impunes os pecados anteriormente cometidos; tendo em vista a manifestação da sua justiça no tempo presente, para ele mesmo ser justo e o justificador daquele que tem fé em Jesus.” Romanos 3:23-26

Fé é crer que o sacrifico de Cristo é suficiente para a salvação. A fé é simplesmente crer que somente e tão somente o sacrifício de Cristo é capaz de nos salvar. Isso realmente exige fé. Pois você é convidado para jogar fora qualquer esforço para conseguir a salvação por seus próprios méritos. Fé é crer que o sacrifício de Cristo é perfeito para a Salvação.

O ser humano sempre tenta melhorar um pouquinho aquilo que Deus já fez de forma perfeita. Mas o sacrifício de Cristo é perfeito. Não precisa ser melhorado. Fé é crer que o sacrifício de Cristo foi único. Não é preciso outro sacrifício Hb 9.11-12.

Charles Spurgeon compara A Salvação pela Graça com uma criança a qual você oferece uma fruta. Ela estende a mão para recebê-la porque você a mostrou e prometeu-lhe dar. “Aquilo que a mão da criança é para a fruta é a sua Fé para a Salvação perfeita de Cristo. A mão da criança não faz a fruta, nem a melhora, nem a merece, toma-a simplesmente.”

Fé é crer que a Obra de Cristo é a base da Salvação
A base da nossa salvação é a obra consumada de Cristo. Há uma história que ilustra isso. Um homem morreu e foi para o céu. Perguntou-lhe o anjo: porque devo deixar você entrar aqui? A resposta correta: porque Cristo morreu por mim. Lembremos que somos salvos pela Graça. Então, a Fé não é a causa da Salvação, mas o meio pelo qual nos apropriamos dela. Somos salvos pela Graça de Deus, mediante a Fé em Cristo: Ef 2.8.

Fé é a mão vazia, o meio pelo qual se recebe a graça de graça. Para você receber essa graça é necessário esvaziar a mão. Se a mão estiver cheia, é impossível receber o presente de Deus. Fé é o esvaziar-se do eu. Calvino dizia que a Fé é um vaso: “a menos que esvaziemos e abramos a boca da alma para a Graça de Cristo, não seremos capazes de recebê-Lo.”

"E é evidente que, pela Lei, ninguém é justificado diante de Deus, porque o justo viverá pela Fé." Gl 3.11. A Fé é indispensável a todos que se doam ao Senhor, pois sem Fé é impossível agradar a Deus (Hb 11.6)

Continua....

Este artigo é: