Pages

O QUANDO DE DEUS

Quando o sonho se desfaz, Deus reconstrói; 
Quando se acabam as forças, Deus renova;
Quando é inevitável conter as lágrimas, Deus dá alegria; 
Quando não há mais amor, Deus o faz nascer; 
Quando a maldição é certa, Deus transforma em bênção;


Quando parecer ser o final, Deus dá novo começo;
Quando a aflição quer persistir, Deus nos envolve com a paz;
Quando a doença assola, Deus é quem cura;
Quando o impossível se levanta, Deus o torna possível;
Quando faltam as palavras, Deus sabe o que queremos dizer;


Quando tudo parece se fechar, Deus abre uma nova porta;
Quando você diz: não vou conseguir, Deus diz: não temas, pois estou contigo;
Quando o coração é machucado por alguém, Deus é quem derrama o bálsamo curador;
Quando não há possibilidade, Deus faz o milagres;
Quando só há morte, Deus nos traz persistir;


Quando a noite parece não ter fim, Deus faz nascer o amanhecer;
Quando caímos num profundo abismo, Deus estende sua mão e nos tira de lá;
Quando tudo é dor, Deus dá o refrigério;
Quando o calor da provação é grande, Deus dá a sombra da sua presença;
Quando o inverno parece infinito, Deus traz o verão;


Quando não existe mais fé, Deus diz: acredita;
Quando estamos a um passo do inferno, Deus nos dá a direção do céu;
Quando não temos nada, Deus nos dá tudo;
Quando alguém diz que não somos nada, Deus nos diz que somos mais que vencedores;
Quando difícil se torna o caminhar, Deus nos carrega no seu colo.

A meditação acima nos faz lembrar o Salmo 23, que diz que o Senhor é nosso pastor, e que nada nos faltará. É uma mensagem de alento, num mundo, e num momento em que há tantos desenganos, frustrações, sentimentos de derrota e abatimento sobre tantas pessoas, mesmo entre muitas que são cristãs.



Nosso Deus é maior que todas as circunstâncias. Há um hino que diz que "se o mar não se abrir", Deus nos fará "andar por cima das águas". Ele nos segura com sua mão onipotente, e nos faz passar por cima das muralhas, por cima das tribulações e aflições da vida, que são inevitáveis. 

As lutas são o meio pelo qual o Senhor nos faz exercitar nossas energias espirituais; não se vence a batalha espiritual nas academias de educação física; estas podem servir para modelar o corpo, mas a modelação da alma se faz diante das lutas, nos pés do Senhor, em oração e adoração constantes.



Que o nosso bondoso Deus nos ajude a sermos otimistas persistentes, como o profeta Habacuque, que, em meio às vicissitudes da vida, num momento em que o povo estava sem esperança, afirmou: "Porquanto, ainda que a figueira não floresça, nem haja fruto na vide, e o produto da oliveira minta, e os campos não produzam mantimento; as ovelhas da malhada sejam arrebatadas, e nos currais não haja vacas; Todavia eu me elegrarei no Senhor: exultarei no Deus da minha salvação" (Habacuque 3.17,18).

Este artigo é: