Pages

A FORÇA ASSASSINA DO PECADO SECRETO

Se você acha que os integrantes da “Máquina Mortífera”, “Duro de Matar”, entre outras séries violentas de Hollywood são perigosos e altamente homicidas, então não conheces mesmo a força do Pecado Secreto, o que é ruim, pois ele pode estar bem perto de você e prestes a destruí-lo.

Acredite se quiser, mas a terra se chamava Ai. Sim, o que te lembra uma interjeição de dor, era o nome do território que Josué, atual líder de Israel, estava planejando sitiar e tomar para si. Quando lançou a ordem, alguns de seus soldados que haviam, anteriormente, passado pela cidade para espioná-la, levantaram uma intrigante conversa: - Chefe, invadir Ai vai ser moleza! Nem precisa mandar o exército inteiro. Pode deixar uma galera descansando aqui que uns dois ou três mil homens apenas, são suficientes para dar conta do assunto.

Imagino Josué dando de ombros e respondendo: “Bom, se vocês estão dizendo…” E assim aconteceu. Cerca de três mil guerreiros foram pra “Missão Ai”, todos muito confiantes e orgulhosos. Quando lá chegaram, deu Zebra, porque os inimigos que aparentemente eram fracos e fáceis de serem derrotados… Acabaram vencendo os israelitas, colocando todo mundo pra correr e ainda por cima matando 36 homens. Assim que soube da vergonhosa e trágica notícia, o líder de Israel chorou e rasgou suas vestes, questionando a Deus a nossa tão clássica indagação humana: “Senhor, por quê?”

Ao contrário do que muitas das vezes acontece, Deus não ficou em silêncio e respondeu exatamente o motivo daquela derrota. Havia pecado escondido no meio do povo, e enquanto o pecador não se apresentasse e assumisse seu erro, a Ira do Eterno estaria sobre a nação lhe castigando severamente. No entanto, o curioso é que Deus não apenas deu a resposta como também uma estratégia para descobrir quem era o cidadão, o que você confere em Josué 7.14 e 15. 

Feito isso, Josué descobriu então que tratava-se de um camarada chamado Acã, quem confessou seu pecado por ter pegado objetos anátemas da recém-saqueada Jericó e consequentemente foi punido por isso, morrendo apedrejado e em seguida incinerado, ele e toda a sua família. É, bem tenso mesmo. Graças a Deus não estamos mais na dispersão da Lei e sim da Graça, o que nos dá direito ao perdão de nossos pecados, desde que não seja blasfêmia contra o Espírito Santo. 

No entanto, mesmo assim, é mais do que fato que todo pecado tem a sua conseqüência, independente de perdoado ou não. Davi acho que é o mais conhecido exemplo, em que foi perdoado pelo seu adultério, porém não isento de perder o filho fruto de tal erro. Acredito que essa todos nós sabemos e aprendemos desde pequenininhos na escola dominical, mas o que muitos, ou não sabem ou simplesmente parecem ignorar, é que pecado é uma coisa, iniqüidade, é outra completamente diferente.

Pecado é um erro ou deslize cometido, mas que você encontra misericórdia quando se arrepende e o abandona (Pv 28.13). 
Iniqüidade já é diferente. É a insistência no mesmo pecado, o que muitos pregadores gostam de nomear como os famosos “pecadinhos de estimação”. 

Geralmente eles ficam incubados, ocultos aos homens, porém sempre visíveis e gritantes a Deus, que vê tudo e todos.  Espero que você não esteja praticando algo do tipo, porque muitos que assim o fazem, acreditam cegamente que “não há problema algum”. Que é só pedir perdão ao Senhor ao fim do dia e pronto: está apto a voltar a pecar de novo no dia seguinte. 

Sim, temos a graça, mas não é bom abusarmos dela. Cresci aprendendo que Deus chega a “dar corda” para o homem até um dado tempo, a fim de ver se ele vai se arrepender e então largar o erro, mas se o indivíduo continua insistindo, Ele puxa essa corda… E esse “puxão” na maioria das vezes dói bastante.

“O salário do pecado é a morte” e o que se faz em secreto e insistente, acarreta não apenas a morte de quem o pratica como também prejudica a muitos outros. Os tempos são difíceis, o pecado está aí com toda a sua força querendo seduzir a igreja do Senhor, porém devemos ser mais fortes e seguir o ultimato do próprio Josué, alguns capítulos anteriores a essa passagem: SANTIFICAI-VOS, PORQUE AMANHÃ O SENHOR FARÁ MARAVILHAS NO MEIO DE VÓS! (Js 3.5)

Este artigo é: