Pages

OS CAVALEIROS TEMPLÁRIOS [ PARTE 7 ]

Os Cavaleiros Templários (Parte 8)

Muitos não entendem algumas sutilezas da Cabala pelo fato de não entenderem que ela deve ser entendida como em esquema em 3D, ao qual o observador da mesma tem que desenvolver uma visão paranômica, no qual ele possa visualizar ela em todos os ângulos possíveis. 


Com isso fica mais fácil de entender alguns símbolos que se originaram da mesma, como a pesquisa indica, parece ser cada símbolo uma pequena "cabala condensada" ou cada símbolo se usa dos sefiroths que melhor lhe convém, não será postado aqui um estudo profundo sobre o significado de cada sefiroth, por que essa nunca foi a intenção da pesquisa.  O exemplo abaixo é para que apenas você leitos seja capaz de ver algumas formas geométricas na cabala, que lhe são familiar por Exemplo: 

Repare que no alto da mesma tem uma pirâmide. 

Se fosse possível pegar esse esquema em 3D em suas mãos e o "achate-se" você leitor seria capaz de transformar esse esquema em um pentágono, e logo pentagramas estão contids em pentágonos e pentágonos são os centro dos pentagramas (O micro no macro e o macro no micro cosmos). Veja na imagem: 

Os Cavaleiros Templários (Parte 8)

Um outro aspecto da cabala é o fato de existirem arvores da vida, dentro das arvores da vida, ou seja cabalas nas cabalas, o documento abaixo foi extraído de um estudo cabalístico. 
Os Cavaleiros Templários (Parte 8)

Repare que estamos vendo um esquema de arvores dentro das arvores, sabendo que a representação do universo é a arvore da vida, então podemos concluir que dentro de cada sefiroth temos universos tão bem esquematizados como o nosso (logo vem a idéias de multi-universos, dimensões paralelas). Uma nota: Multi universos e dimensões paralelas, não são teorias científicas? 

Sim, mas lembre-se de que Crowley disse que a ciência é uma forma de magia. 

Uma outra coisa interessante, na época de Fulcanelli, era que muitos físicos estavam aplicando a cabala em seus estudos, e comparando o esquema da arvore da vida com o esquema atômico, é interessante notar que o modelo atômico de Rutherford, se assemelha muito com o esquema da arvore da vida, mesmo apesar do mesmo o modelo de Rutherford não ser mais o modelo aceito como certo pela comunidade científica, ele ainda é usada para se explicar muitas coisas.  Quando Fullcaneli fez sua demonstração de chumbo em ouro, na frente de um químico não foi por acaso, algumas estruturas químicas que aprendemos hoje em dia também tem muitas coisas semelhantes a Cabala. 

Os Cavaleiros Templários (Parte 8)
Isso acima não é arvore da vida e sim a representação do molécula de benzeno.
Mais uma representação cabalística dos universos e micro e macro cosmos: 
Os Cavaleiros Templários (Parte 8)

Podemos concluir que: 


1 - A cabala foi uma das principais descobertas dos templários 
2 - A cabala foi utilizada por muitos cientistas e ainda é. 
3 - Conceitos cabalísticos foram usados para explicar uma realidade (ou conceitos da realidade já estavam na cabala). 
4 - Durante os anos que seguiram antes da era atômica, muitos cientistas encontraram na cabala respostas para suas pesquisas, de Fullcaneli a Einstein. 
5 - Modelos atômicos foram comparados a modelos cabalísticos 
6 - E assim como uma alquimista usava a cabala para modificar seus elementos, os físicos se utilizaram da cabala para alterar o micro cosmos (Átomos). 

Atualmente o campo que mais cresce, é o da engenharia genética, seguido do campo da robótica, sendo que, o primeiro esta avançando para dentro do microcosmos humano ou a arvore da vida que esta dentro de cada homem (a molécula de DNA), através de estudos com células tronco, os maiores resultados estão sendo encontrados com células tronco embrionárias (gametas ou como Fullcaneli preferia Óvulos e esperma) e o segundo ramo, a robótica, esta atrás da I.A, inteligência artificial ou seja o GÓLEM. 

Simbolismo Cabalístico
Os Cavaleiros Templários (Parte 8)
Clique na imagem e abra em outra janela para visualizar melhor

Muitos símbolos usados atualmente foram criados inicialmente dentro da cabala, no exemplo acima temos o selo de Salomão (ESTRELA QUE NUNCA FOI DE DAVI) e o hexa-unicursal criado por Aleister Crowley, segundo a magia da Thelema, os dois basicamente tem o mesmo significado, a diferença é que o unicursal pode ser feito com um único golpe sem precisar levantar a mão da região ao qual ele esta sendo aplicado diferente do selo de Salomão.

Um Adendo 

As teorias de cálculo avançado também são fruto de uma visão cosmogônica e cabalista. Tais teorias (como a de espaços dimensionais e universos alternativos, bem como a teoria das supercordas da Física) são usadas para abertura de portais e comunicação com os demônios. Eis alguns dos vários livros que podemos encontrar tais evidências (escritas de forma muito sutis): 

  • Principia Mathematica (Introdução à filosofia matemática), de Bertrand Russel 
  • Lectures on Physics (Lições de Física), de Richard Feynmann 
  • Philosophiae Naturalis Principia Mathematica (Princípios matemáticos de filosofia natural), de Sir Isaac Newton 
Um exemplo é o "princípio da incerteza de Heisenberg", teoria que basicamente afirma que não se pode medir a posição e a velocidade de um elétron simultaneamente. Heisenberg parecia não ter praticamente noção alguma de Cálculo; no entanto, começou a fazer contas aleatórias e soube depois, através de um amigo matemático, que ele estava operacionalizando matrizes (algo que aprendemos hoje, de forma básica, no ensino médio). 

Como ele conseguiu tal façanha? Com certeza não foi através de genialidade ou alto grau de conhecimento, uma vez que ele era, pelo menos até criar as bases da Mecânica Quântica e o Princípio da incerteza, um quase completo ignorante quanto aos cálculos avançados e formulações matemáticas necessárias para sustentar suas teorias, analiticamente. 

Como o estudo já mostra e ratifica, toda a Física e a Matemática não são fruto de apenas raciocínios lógicos de pessoas "pensantes". São fruto de algo muito mais denso, profundo e negro, que é a Cabala e seus ensinamentos. 

Os atuais detentores dos títulos dos templários os maçons também gostam de usar as alegorias da cabala, e assim como Crowley tem seu simbolismo usando os sefirots que mais lhe convém, os atuais detentores do título de templários também o fazem. 

Os Cavaleiros Templários (Parte 8)

Até mesmo algumas obras conhecidas, como o homem renascentista de Leonardo da Vinci, foi atribuído simetria com o arvore da vida, porém, o mesmo fica mais no ramo da especulação do que de provas concretas, mas não podemos esquecer que a morfologia da arvore da vida, é semelhante a forma humana logo a mesma pode ser usada em qualquer figura humana. Veja na imagem abaixo: 

Os Cavaleiros Templários (Parte 8)

Outra coisa que é interessante notar sobre os atuais detentores do título de templários é o fato de que os mesmos também se utilizam de alguns elementos da arvore da vida. 

Os Cavaleiros Templários (Parte 8)

O que nos leva a pensar que o homem renascentista não é nada mais nada menos que uma representação cabalística do homem, é o fato das posições dos membros serem os mesmos ao qual apontam os caminhos da arvore da vida da cabala, como mostrado abaixo: 


Os Cavaleiros Templários (Parte 8)

Continua… 

Este artigo é: