Pages

PESQUISA DIZ QUE, UMA EM CADA SETE PESSOAS ACREDITA QUE O FIM DO MUNDO ESTÁ PRÓXIMO

A Ipsos Global realizou uma pesquisa em 20 países para tentar descobrir se as pessoas acreditam ou não no final do mundo e o resultado foi que 15% da população mundial acredita que verá o fim do mundo.

A pesquisadora-chefe da Ipsos, Karen Gottifried, disse que 16.262 pessoas foram ouvidas e dessas, uma em cada sete acredita que o mundo vai acabar no curso de sua vida.
“É um número bastante elevado e acreditamos que devemos continuar pesquisando”, disse ela.

A pesquisa também questionou sobre a profecia maia que data o fim do mundo para o dia 21 de dezembro de 2012, mesmo com pesquisadores dizendo que os inscritos maias não significam o apocalipse, muitas pessoas ainda acreditam que restam poucos meses para o Planeta Terra.

Nessa pesquisa 10% dos entrevistados creem que o calendário maia está correto e 8% dos entrevistados assumiram que estão ansiosos ou preocupados com o fim do mundo.
“Se fosse uma percentagem muito pequena, teríamos obtido uma mostra de pouco valor. Agora sabemos que há número suficiente de pessoas que acreditam no fim do mundo e podemos nos aprofundar nos acontecimentos que podem provocá-lo”, afirma a pesquisadora.

Na pesquisa da Ipsos os entrevistados com menos de 35 anos aparecem mais crentes no final do mundo do que os mais velhos que são céticos quanto ao acontecimento. “Talvez aqueles que são idosos viveram o suficiente para não se preocupar com o que acontece no futuro”, diz Gottfried.

Os países que menos acreditam no fim do mundo são a Bélgica e o Reino Unido com 7% e 8% da população respectivamente. Já entre os mais crentes estão a China, Turquia, Russia, México e Coreia do Sul com 20% de sua população cada.

Este artigo é: