Pages

DOM,TALENTO,UNÇÂO

DOM(Grego: charisma: “Dom da graça, dom envolvendo a graça por parte de Deus como Doador; é usado acerca de (a) Suas dotações gratuitas aos pecadores (Rm 5.15. 16; 6.23; 11.29); (b) as Suas dotações aos crentes mediante a operação do Espírito Santo nas igrejas (Rm 12.6; 1 Co 1.7; 12.4,9, 28, 30,31; 1 Tm 4.14; 2 Tm 1.6; 1 Pe 4.10); (c) aquilo que é dado através da instrução humana (Rm 1.11).


Capacidade ou talento que o Espírito Santo concede aos servos de Deus para uso em favor dos outros (Hb 2.4; 1Pe 4.10). No NT há duas listas de dons: Rm 12.6-8 e 1Co 12.4-10. O Dicionário Aurélio diz que DOM é um presente, uma dádiva. Na linguagem secular pode ser também "talento": fulano tem um dom musical. Vale lembrar que Bezalel e Aoliabe receberam sabedoria e entendimento do Senhor para trabalhar em ouro, em prata e em cobre, “para que façam tudo o que te tenho ordenado”, com relação à construção do tabernáculo (Êx 31.1-7).


Regra geral, tudo o que temos, até nossa vida, é DOM de Deus; é-nos dado por Ele. Tudo o que o homem usufrui em função do seu trabalho - prosperidade, diversões, comida, bebida, alegria - é DOM de Deus (Ec 3.13; 5.19; Rm 6.23). A fé é dom de Deus (Ef 2.8). "Cada um administre aos outros o dom COMO RECEBEU..." (1 Pe 4.10).


Diferem-se da regra geral os DONS ESPIRITUAIS (charisma), doutrina bem clara na Bíblia (dons de variedade de línguas, interpretação, profecia, etc.), cf. 1 Co 12, que são manifestações do Espírito com vistas à edificação e santificação da Igreja (1 Co 12.7; 14.3,4,12,17,26).


TALENTOS 
O Aurélio: "Dom natural ou a adquirir". A Bíblia designa como bens materiais, não confundindo com dons (Mt 18.24; Lc 20.46). As tendências ou talentos nascem com o indivíduo (talento musical, por exemplo) por herança genética, isto é, transmissão dos caracteres hereditários. O Espiritismo ensina que esses talentos justificam-se em razão de vidas passadas, isto é, porque o espírito da pessoa passou por outras existências corpóreas e de lá trouxe boas experiências. Essa explicação objetiva dar validade à doutrina da reencarnação, um caminho oposto ao Cristianismo.


UNGIR 
"(grego aleiphõ) é termo geral usado para descrever "unção" de qualquer tipo, quer do refrigério físico depois de se lavar, por exemplo, na Septuaginta (Rt 3.3; 2 Sm 12.20; Dn 10.3; Mq 6.15); no Novo Testamento (Mt 6.17; Lc 7.38, 46; Jo 11.2; 12.3); quer de doentes (Mc 6.13; Lc 7,38; Tg 5.14); ou um corpo morto (Mc 16.1). O material usado era óleo ou ungüento (Lc 7, 37,46)".


UNÇÃO
"Substantivo (grego chrisma) significa UNGUENTO ou UNÇÃO (quanto às unções sagradas). Era feito de óleo e ervas aromáticas. É usado apenas metaforicamente no Novo Testamento; por metonímia, alude ao Espírito Santo (1 Jo 2.20, 27). O fato de terem o crente a "unção do Santo", indica que esta unção os torna santos e os separa para Deus. A passagem (1 Jo 2.20,27) ensina que o dom do Espírito Santo é o meio todo-suficiente de capacitar os crentes a possuírem o conhecimento da verdade. 



Na Septuaginta, é usado (chrisma) para descrever o óleo para "ungir" o sumo sacerdote (p. exemplo, Êx 29.7). Em Dn 9.26. representa o "ungido", "Cristo", o substantivo que se coloca por metonímia em lugar de Sua própria pessoa, como ocorre com o Espírito Santo em 1 Jo 2)". (Dicionário VINE).


"UNÇÃO = Untar com óleo sagrado. Através deste ato, eram separados os que, pela vontade de Deus, passariam a exercer as funções veterotestamentárias: rei, sacerdote e profeta (Dicionário Teológico).


UNÇÃO – Cerimônia religiosa na qual se derrama óleo sobre uma pessoa ou coisa escolhida. No Antigo Testamento, os profetas eram ungidos para a sua missão. A palavra Christos em grego significa UNGIDO (Sl 2.2). Os fiéis são considerados ungidos de Deus (2 Co 1.21; 1 Jo 2.10, 27)” (Dicionário da Bíblia [católica], edição ecumênica, BARSA -1964).

“Vós tendes a unção do Santo e sabeis tudo; E a unção que vós recebestes dele fica em vós, e não tendes necessidade de que alguém vos ensine; mas, como a sua unção vos ensina todas as coisas, e é verdadeira, e não é mentira, como ela vos ensinou, assim nele permanecereis” (1 Jo 2.20, 27).
Comentários: “O crente recebe uma unção da parte de Cristo, a saber: o Espírito Santo. Através do Espírito Santo conhecemos a verdade. Todo filho de Deus recebe a “unção” (i.e., o Espírito Santo) para guiá-lo na verdade (Jo 14.26; 16.13). À medida que os crentes permanecem em Cristo e lêem a Palavra de Deus, o Espírito Santo os ajuda a compreender suas verdades redentoras” (Bíblia de Estudo Pentecostal).
Vê-se aí a unção como significando o Espírito Santo. Jesus foi ungido pelo Espírito Santo (Mt 3.16; Lc 4.18).


Unção significa “untar com óleo sagrado. Através deste ato, eram separados os que, pela vontade de Deus, passariam a exercer as funções veterotestamentárias: rei, sacerdote e profeta”. No Novo Testamento, significa o recebimento do Espírito Santo (1 Jo 2.20,27). A palavra tem sido usada de modo vulgar: unção da prosperidade, unção disso e daquilo. Basta ao crente a unção do Espírito.


Resumindo:
DOM = Dádiva; o que nos é dado. Dentre estes os dons espirituais
TALENTO = Dons herdados ou adquiridos
UNÇÃO = Consagração, selo, sentença, confirmação.
  
Autor: Pr. Airton Evangelista da Costa

FONTE

Este artigo é: