Pages

ENTREVISTA COM DANIEL MASTRAL - PROJETOS MINISTERIAIS


Como esta seu ministério atualmente?

R. Como tudo na vida, há o tempo de plantar, e tempo de colher.
Plantamos, ao longo de 12 anos, sementes de amor, unidade, santidade, encorajamento, restauração, vida Cristã autentica... Procuramos sempre dar o melhor, em tudo o que fazemos, pois antes de tudo o fazemos para Deus!

Hoje colhemos os frutos disso. 

O Ministério que o Pai nos entregou, e nos capacita a cada dia a realizar, hoje é  bem conhecido e respeitado. Tem sido instrumento de benção para milhares de vidas por todo o Globo! Já que os livros e DVD´s atravessam oceanos, e chegam a lugares, onde nós nunca poderíamos estar.

Procuro, vigiar a todo instante. Uma coisa é atingir um ponto de equilíbrio na vida, outra é manter-se nele. Como diz o ditado popular; “Emagrecer é fácil. Difícil é manter-se magro.”
Você pode conseguir uma boa massa muscular se for dedicado na prática esportiva. Mas, manter esta massa é outra coisa. Não abre precedentes para relaxar. Para manter algo é necessário manter cadência.

No meu caso, é vigiar orar, sem cessar. Todos os dias! Isso fortalece minha fé! Me dá mais resistência espiritual. Se deixar entrar em meu coração orgulho, é o fim. Se me corromper, é o fim! Procuro me espelhar nos Profetas, como Elias. Ele tinha grande Autoridade Espiritual, mas a Palavra deixa claro que ele era tão humano quanto nós – “... sujeito as mesmas paixões que nós...” Tiago 5:17-18

Tem algum novo projeto com relação aos seminários?

R. No momento procuro aperfeiçoar o conteúdo dos Seminários já estabelecidos. Atualizando os temas, procurando outras formas de ilustrar, aprofundar na Palavra, nos conceitos, etc.
É um vetor crescente! Sempre em movimento. Movimento é vida! Só se estagna quando esta morto!

Temos um banco de dados de mais de 300 filmes de curta duração e 1.500 imagens que utilizamos para ilustrar os temas propostos. Mas, sempre haverá mais a ser acrescentado!
Quanto mais aprendemos, mais temos intimidade com o Pai, maior é a unção, as revelações. Como já escrevera Richard Bach – “Vê mais longe a gaivota que voa mais alto!” Quando maior a estatura do conhecimento, maior será amplitude da visão como um todo. É nisso que concentro meu foco a cada dia: estar sempre mais perto do Altar! Subir aos lugares altos!

Sabemos que vc é autor de vários livros dentre eles o Best Seller "Filho do Fogo", tem alguma nova obra por vir? Qual é a idéia de um novo livro?

R. Ao todo são 15 Livros. Com temas que variam de Cura Interior, Libertação, Missões, História e Teologia, Satanismo, até a trilogia de “Filho do Fogo”, “Guerreiros da Luz”  e “Voz do que Clama no Deserto.”
Temos um livro de Devocional quase concluído.

Porém, temos concentrado esforços em terminar uma Obra que deverá ser a “Obra Prima”. Buscamos muito a capacitação em Deus, mas não descartamos os estudos, a pesquisas, o aprimoramento das técnicas literárias, que irão emoldurar a estória.
É uma ficção, cujo alvo são, principalmente os não convertidos. Deverá ser, também, uma trilogia. O tema é fascinante, e Deus tem nos ajudado a criar um enredo que “grude” o leitor nas páginas do livro, e o leve, ao fim da trama, aos braços de Jesus!

O Primeiro volume já está praticamente pronto, falta apenas uma pequena lapidação no texto. Temos a expectativa de lançamento no primeiro semestre de 2011. É um projeto que tem nos consumido muito tempo.
Esperamos que seja um divisor de águas, como foi “Filho do Fogo”; mudando o rumo de muitas vidas, restaurando, abrindo os olhos espirituais, e trazendo-as aos pés da Cruz.

Qual o conselho que vc daria para quem gostaria de ser um escritor, qual o caminho a trilhar?

R. Não nascemos escritores. Isso é um talento resultante de uma soma de fatores. Intuição, criatividade, paciência, identificação com o público, e acima de tudo uma boa e sólida base literária.
Para escrever algo é importante ler muito. Isso aumenta seu vocabulário, amplia a dimensão dos sentidos abstratos, estimula a criatividade, etc.
O conselho que eu daria é: leia, leia muito, de tudo!
Retenha o que for bom, jogue fora o que não presta.

Desta matéria prima resultará o embrião de sua História, ou Estória. Lance as idéias no papel, pois mais tolas que elas te pareçam.
Deixe sua mente trabalhar, ligar os pontos. Tenha sempre a mão, papel e caneta.
As vezes, grandes idéias, surgem no meio da noite. Ou como produtos de um sonho. Ou um acontecimento do seu dia. Uma noticia que você vê na TV, lê nos jornal. Tudo é substrato para seu trabalho.

Seja sincero! Os sentimentos ficam impregnados do texto. Não os mascare. O público vai perceber! Já leu um texto produzido no momento de ódio? Destila veneno, não é? Escolha momentos tranqüilos para escrever. Gosto das manhas, minha esposa prefere as noites...Encontre seu momento!

Como se dá a concepção de um livro? Como é gerado?

R. Primeiro você precisa da idéia central. O resto é como já descrevi acima.
Depois de toda “massa” jogada no papel, ela vai precisar de polimento. Enxugar os textos longos e cansativos, realçar os textos de mais ação, descrever com mais minúcias um local, um aroma, um sabor, um sentimento...
Elaborar e construir as frases de mais efeito, e de melhor assimilação, etc.
É como fazer uma escultura ou pintar um quadro. Não de faz isso em uma semana. É trabalho de meses, as vezes anos! Tudo começa com a primeira linha!

Como vc encara o assedio da mídia? Ela atrapalha ou ajuda?

R. Antes, me atrapalhava. Pois os comentários pejorativos sempre ganham mais destaque e são reproduzidos com maior velocidade. É o famoso: “Ouvi dizer que...”
Sempre me preocupei em ter uma vida limpa e reta diante de Deus. Falho, erro, claro! Mas não me conformo com o pecado, ele me incomoda! E mesmo lutando todos os dias, buscando trilhar nas veredas de Cristo, sempre haverão os opositores. Nem Jesus agradou a todos! Quando mais eu!
Isso, antes, me entristecia...

Hoje, isso não é  mais problema. Quanto mais falam, mais conhecido fica nosso Ministério e trabalho.
Chega um ponto em que ninguém vê mais aquela cosa tosca em sua vida.
Ou seja, tudo aquilo de negativo que dizem a seu respeito, nunca é provado, nunca se chega a um veredicto, nunca há uma conclusão. São só palavras lançadas ao vento...que se dissipam no ar...perdem a força!

Por outro lado há as vidas libertas, curadas, transformadas, fortalecidas, com este trabalho.
Chega-se a conclusão elementar: Se é de Deus cresce, se não é, esmorece!
E temos crescido e dados frutos ao Reino, para a honra de Glória de Jesus!
E para a vergonha do inferno e seus colaboradores!

Qual a pergunta que vc gostaria que tivessem lhe feito, mas nunca fizeram? E qual seria a resposta?

R. Sempre olham para o Daniel Mastral, o Missionário...o servo de Deus, o escritor, o  palestrante, o ex-satanista...
Nunca, nunca ninguém perguntou sobre o homem, o pai, o marido, o ser humano, o Marcelo (que é meu nome de batismo – Daniel foi um nome Espiritual dado a mim por Deus através da minha liderança espiritual na época da minha conversão. Algo como Jacó, tornar-se Israel, depois de um encontro com Deus)
Quem é o Marcelo?

Alguém que tinha muito medo do quarto escuro, cujas noites eram sempre longas e frias. Alguém que ouviu tantas e tantas vezes palavras que o depreciaram, que o denegriam, que um dia, se convenceu de que nada era, e nada seria...
 Alguém que construiu uma blindagem através da força para obter respeito.
Alguém retraído, tímido, fraco. Infeliz...Que desacreditou no amor, e se acostumou com a dor.
E, de tanta carência...cedeu ao mais simples gesto de afeto: um mero abraço.
 Acreditou na mentira, viveu o pior dos pesadelos!
 Até que...uma Mão forte me alcançou, mudou meu destino, minha vida!
 Seqüelas, algumas, ainda ficaram...
 Preciso tomar todo o dia o antiveneno... (orar e vigiar) Para que as forças não se desfaçam.
 As vezes, ainda tenho medo...continuo tendo as mesmas fragilidades.

 A diferença é, que hoje, conheço uma fonte de renovo: Jesus Cristo! Não sou, nem nunca serei melhor do que ninguém, mas sei que hoje sou alguém!
 Alguém importante para Deus, para minha esposa, para meu filho, para meus verdadeiros amigos, para meu amigo e Pastor Bira e toda sua família, para aqueles que admiram, amam e respeitam este trabalho.
Palavras de força que recebo esporadicamente e as orações dos justos são o combustível de minha jornada! Sou só o Marcelo, o “Catatau” que tornou-se mais conhecido como Daniel Mastral. Sem Deus...nada sou!
  
O que vc nunca gostaria de ter ouvido? E como trabalhou com isso?

R. Que sou mentiroso! Tenho uma aliança com Cristo. Ele é o Caminho e Verdade e a Vida! Esta verdade me libertou, de meu vida, força, esperança!
Quem milita na mentira não serve a Deus! Luz e trevas não ocupam o mesmo lugar! Porém, isso ainda é uma dor suportável, uma vez que até mesmo Jesus foi acusado de enganar o povo, de ser mentiroso...Faz parte do Chamado! São os Cravos!

Quem é Jesus para vc?

R. Um modelo, um referencial, um amigo!

O que é religião para vc?

R. O termo significa religar, no caso, a Deus.
No entanto, foram acrescentadas muitas doutrinas humanas, criando modelos de religião que nunca foram fundamentadas nas Palavras de Jesus, ou nos preceitos Bíblicos. Isso nos afasta do Caminho, e nos leva a vales de dores...

Religiosidade é algo danoso! Agrega as vidas em prisões horríveis. Abarcam valores humanos, doutrina de demônios, muitas vezes. Contaminam a alma, escravizam o corpo, deformam a mente!
Prefiro o termo Cristão, ou Evangélico, pois traduzem melhor a rota que escolhemos: seguir a Cristo e seus preceitos, seus valores! O tempo pode passar, mas as Palavras de Jesus nunca passarão! São valores eternos que transcendem o tempo!

Vc acha que a religião é o ópio do povo?

R. O homem precisa de algo para ser completo. A razão, por si só não é suficiente para dar a natureza humana as respostas que angustiam a alma.
Neste sentido, sim, é uma droga potente, que entorpece, cauteriza, cega, e enriquece o “traficante”. E o local onde esta “droga” é fabricada.
Quanto sangue não foi derramado em “nome de Deus?” Quanta manipulação não há em “nome de Deus?”

Se purificamos a religião, passando-a por uma “catalisador” espiritual,  vamos chegar a um denominador comum; a verdadeira essência da Palavra: amor!
O que move seu coração, sua vida, suas atitudes é o amor. Simples assim. Não é o medo! O único que nos religa a Deus é Jesus. Ele é o caminho para os braços do Pai, é a verdade que liberta do veneno da mentira, é a vida para sua vida! Não a vida como o mundo define: mas uma vida plena, abundante! De paz, de alegria, de gratidão, de louvor! Esta é trilha que devemos seguir. Não há atalhos!

Finalizando deixe uma mensagem para o leitor.
R. O que mais poderia escrever aos nossos leitores, amigos, intercessores?
Só posso expressar minha mais profunda gratidão pelas palavras de incentivo, pela paciência, pelas demonstrações de amor, pelos presentes, pelas ofertas voluntárias, pelos abraços, pelas orações, pelas defesas da verdade, pelo carinho e amor que nos recebem nos Seminários, pelo respeito que nos é dado, pela lembrança de nosso filho, de minha esposa, muitas vezes!

Só posso agradecer ao Pai, pela honra que Ele me concedeu de ser embaixador do Reino, e ter ao meu lado vasos de honra, de poder ter o privilégio de conhecer homens segundo o coração de Deus, os Carvalhos de Justiça, o Remanescente Fiel que não se inclina as valores destes século.
A minha família, por todo apoio que me dá, ao meu amigo e Pastor Ubirajara e família por toda paciência comigo, por me ouvir, por me aconselhar, por ser de fato cobertura que protege. 

Ao meu baluarte, André e Karin, por tantas e tantas colaborações. Muitas vezes sendo desdenhados por líderes soberbos, outras vezes sendo julgados precipitadamente. Por toda ajuda, força, que tem prestado a nossas vidas e Ministério.
E a tantos e tantos líderes por este imenso Globo que aprendemos a amar e respeitar. Minhas palavras só podem ser de gratidão. Meu pedido: orações! Para nunca venhamos nos tornar medíocres profissionais da fé, que o Pai conserve nossos corações a humildade. Que nunca falta sobre nossa casa, o pão sobre a mesa, o leite do filho, nem a ração dos bichinhos de estimação que temos.
Soldado sozinho não vence a Guerra. Precisamos de vocês, parceiros de trincheira. Precisamos de vocês! Contamos com suas preces, sempre!

Em Cristo
Na Unidade da Cruz
Daniel Mastral
Ministério Guerreiros da Luz

FONTE

Este artigo é: