Pages

ADORAÇÃO E OBSESSÃO AOS MORTOS - PARTE 1

“O emprego de templos, e estes dedicados a certos santos, e enfeitados em ocasiões com ramos de árvores; incenso, lâmpadas e velas; ofertas votivas ao restabelecer-se de doenças; água benta; asilos; dias santos e estações, uso de calendários, procissões, bênçãos dos campos, vestimentas sacerdotais, a tonsura, a aliança nos casamentos, o virar-se para o Oriente, imagens numa data ulterior, talvez o cantochão e o Kyrie Eleison [o canto “Senhor, Tende Piedade”], são todos de origem pagã e santificados pela sua adoção na Igreja.”

(Cardeal católico romano John Henry Newman, do século 19, escreveu no seu Essay on the Development of Christian Doctrine (Ensaio sobre o Desenvolvimento da Doutrina Cristã)

O que lemos a cima é a declaração do Cardeal católico romano John Henry Newman admitindo que basicamente toda a tradição e cerimonial Católico executado dentro de toda e qualquer igreja Católica em qualquer parte do mundo é de origem pagã.
Esta declaração não é de origem protestante ou referida por pastor ou pessoa que não faça parte da fé católica e sim como sabemos foi escrita por um líder católico do século 19.

Nos artigos anteriores mencionamos o envolvimento e contaminação do Catolicismo com seitas e religiões pagãs durante toda a sua historia. Neste artigo iremos mais fundo nestes cerimoniais e o caro leitor já pode perceber de inicio que o que estamos a mostrar não se trata de especulações ou retaliações. Mas tão somente a tentativa sincera de mostrar a verdade obvia para aqueles que por ventura estejam enganados e iludidos pelo engano chamado CATOLICISMO ROMANO. 

Quando olhamos para as cerimônias ensinadas pelo Catolicismo e buscamos na Bíblia algo semelhante vemos que um ensinamento é totalmente oposto ao outro. Na verdade basicamente nada que encontramos na Bíblia pode ser encontrado no Catolicismo e vice-versa. 

Não bastasse a idolatria. "Mariolatria" e outras aberrações cometidas pelo Catolicismo esta seita também é culpada de introduzir no Cristianismo outrora puro e correto, costumes e cerimônias pagãs que chegam a enojar qualquer pessoa com o mínimo de consciência das verdades divinas.

Não falaremos aqui de idolatria teremos um capitulo especial sobre este tema. Mostraremos porem coisas bem piores as quais o diabo tem cegado o entendimento de muitos católicos para não verem as tremendas abominações que estão cometendo.

Adorando os mortos

No Catolicismo encontramos cerimônias, ritos e costumes que chegam a ser tão macabros como os rituais praticados em religiões tribais africanas e satanistas.

Dentre estes costumes um ao qual eu gostaria de mencionar inicialmente é a adoração de relíquias. Pedaços de ossos de mortos, cabeças, braços, roupas e até cadáveres inteiros são venerados e por que não dizermos adorados por multidões convictas de que se beijarem ou pagarem para tocar nestes restos mortais alcançarão graça divina.

A veneração de corpos mortos de mártires foi ordenada pelo Concílio de Trento. Este Concílio também condenou aqueles que não acreditavam nas relíquias: 

“Os santos corpos dos santos mártires… devem ser venerados pelos fiéis, pois através desses corpos muitos benefícios são derramados por Deus sobre os homens, de modo que, aqueles que afirmam que veneração e honra não são devidas às relíquias dos santos… devem ser completamente condenados, como a Igreja há muito os tem condenado e ainda os condena”.
Restos mortais de São José de Cupertino, venerados na sua Basílica - Santuário, em Ósimo, Itália
Ou seja na Igreja Catolica o fiel é obrigado a reverenciar e venerar um pedaço de osso para não ser totalmente condenado pela Igreja.
O que vemos é um festival de insanidade e de honrarias a corpos em putrefação ou mumificados a centenas de anos, conservados e levados em procissão pelas ruas em dias propícios ou mesmo expostos a visitação de fieis 
Exibição dos restos mortais do Padre Pio em San Giovanni Rotondo, sul da Itália cerca de 15 mil pessoas peregrinaram até lá para tocar e ver o corpo. As cenas ocorridas durante este suposto ato de fé refletem uma profunda falta de consciência bíblica sobre o que realmente seria adoração e a quem ela deve ser oferecida! Lamentável!
Á cima vemos as relíquias de São Vicente de Paulo e de Santa Luiza Marilac. Gotas de sangue e fragmentos de ossos dos santos católicos. Fragmento de um osso de padre e coroinha aqui no Brasil em Rio Grande do Sul. E visita das relíquias de Teresa de Lisieux ao Reino Unido.
Em ambas as situações encontramos centenas e as vezes milhares de católicos se acotovelando para tocarem em restos de corpos mortos para serem abençoados. Onde Jesus ou mesmo algum profeta ensinou isto nas Escrituras?
São milhares de cadáveres e pedaços de ossos espalhados por todo o mundo expostos em igrejas e monastérios para onde afluem multidões de peregrinos totalmente enganados por esta estranha cerimônia de adoração a restos mortais de homens que supostamente teriam sido santos.

Pergunto ao caro leitor. Se estes homens e mulheres realmente foram santos e serviram ao SENHOR DEUS único digno de adoração e louvor, eles apoiariam estas estranhas praticas feitas hoje em dia com seus corpos mortos?
Continua....

Este artigo é: